Menu

Poluição das varredoras mecânicas

A poluição nas grandes cidades é uma questão actual e altamente relevante. É por isso que  na publicação de hoje vamos falar sobre a poluição das varredoras mecânicas .

Uma varredora mecânica é uma máquina do serviço municipal de limpeza de ruas, que recolhe os resíduos das vias públicas.

Com essa afirmação, parece claro que faz um serviço de limpeza dos resíduos gerados nas ruas e, portanto, elimina a poluição da cidade, ou assim parece à primeira vista.

contaminacion-barredoras

Mas, as varredoras limpam as ruas sem poluir? A resposta é não. Os varredores poluem (e há muitos), e o fazem de várias maneiras:

  1. Muitos são movidos por um motor diesel. Este motor consome diesel e emite para a atmosfera (ou seja, para as ruas da cidade) gases poluentes da combustão, como o dióxido de carbono (efeito estufa), partículas em suspensão e os temidos óxidos de nitrogênio. A Organização Mundial de Saúde (OMS) classificou os gases de escape dos motores diesel como cancerígenos (causadores de câncer).
    Deve-se dizer que há fabricantes que optaram por introduzir varredoras com motores elétricos, como a ECO, algumas da Tennant Green Machine, entre outras.

  2.  Eles emitem ruído. O barulho vem de duas fontes.
    • A fricção das escovas varredoras enquanto varrem. Todas as escovas fazem ruído, desde a escova de varas metálicas até à escova de corda revestida (embora há quem o vende como silenciosa, também gera poluição sonora), até à escova combinada, à escova de substituição ou à escova só de fibra.
    • O próprio motor diesel do varredor, sua bomba hidráulica e peças móveis geram ruído.

  3. A afirmação teórica do princípio deste texto, que o varredor remove a poluição das ruas, não é inteiramente verdadeira, pois simplesmente “torna o lixo invisível“. Ele o move das ruas da cidade para o aterro sanitário, incinerador ou estação de tratamento de resíduos municipais, dependendo do sistema de gestão de resíduos de cada local. (Move o problema mas não o elimina)

Por conseguinte, a conclusão é que há um paradoxo que os varredores poluem (e há muito disso) para manter a cidade limpa.

Deixe um comentário